Babá ou escola?

0 Comment

Quando uma mãe opta pela volta ao trabalho após o nascimento do filho, em muitas gera preocupação e dúvida entre colocar na escola ou escolher uma babá.

As duas opções são consideradas boas, desde que não cansem os pequenos
Mesmo que a escolha de dispensar as babás para colocar os filhos em uma escola no ensino integral não faça diferença no orçamento da família, muitos pais optam pela troca. Para eles, deixar a criança aos cuidados de profissionais capacitados em ambientes com estrutura adequada para receber os pequenos se sobrepõe à alternativa de mantê-los em casa, aos cuidados de uma empregada.

Especialistas em educação garantem que tanto a opção por babás que sejam de confiança da família – quanto por escolas infantis ou creches pode ser positiva para o desenvolvimento de meninos e meninas. Mas advertem: a rotina não pode ser extenuante para a criança. E em todas as situações, os pais devem se fazer presentes.
Gabriela Mieto, professora do Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília (UnB), explica que tanto ir à creche ou à escola quanto ficar em casa pode ser benéfico para a criançada.

No período da primeira infância, que vai até os três anos, a criança pode se beneficiar da socialização com outros bebês, aprender a dividir, cooperar e esperar a sua vez, por exemplo. As creches também impõem uma rotina, embora esta deva ser flexibilizada.
Contudo, isso não significa que os meninos e as meninas vão perder em vivência se fizerem essa socialização mais tarde.
Os pais devem estar sempre presentes na vida dos filhos

Se os pais tiverem uma babá de confiança, ficar em casa também pode ser favorável, garantem os especialistas.
Caso a funcionária tenha um leque de educação e a mãe medie essa relação e cuide para que o filho não fique só em frente à televisão, mas saia para brincar, por exemplo, pode ser uma boa escolha.

Mas, independentemente das escolhas dos pais, o ideal é que os pais façam parte da vida dos filhos. O importante é ver se a criançada está reagindo bem nesses espaços.
Elas precisam de um espaço para relaxar, de um tempo para sentir esse ambiente único que é a casa dela.

E qual foi a sua escolha?
0 Comments

    Comente! Adoro sua participação!

    error: Cópia é crime!