Cuidado, aquecer demais o bebê no inverno pode ser prejudicial

0 Comment
O ideal é usar várias peças leves e ir tirando de acordo com a temperatura.
As temperaturas baixas dessa época do ano trazem uma nova dúvida para as mães de primeira viagem: como vestir o bebê para enfrentar o frio? O aquecimento do
pequeno é uma questão importante – mas não pode passar dos limites.
Casacos pesados e quentes costumam atrair a atenção de quem quer ver o filho bem protegido. Mas essas peças podem não ser a melhor opção. “A temperatura muda
dependendo do horário”, comenta Vasco Antonio Amorim Alcantara, pediatra do Hospital Materno Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, de Joinville. “Se você tira o casaco
de uma vez, pode expor o bebê a uma temperatura oposta.”
Para enfrentar as variações de temperaturas durante o dia, o ideal é usar várias peças leves sobrepostas. Assim, se você perceber que está mais quente, pode tirar
apenas algumas, tendo uma precisão maior no controle da temperatura. Não se esqueça de optar por peças de fibras naturais, como o algodão.
Cuidados especiais

Os bebês tem uma proporção corporal diferente dos adultos. Neles, a cabeça tem um tamanho maior em relação ao corpo e, assim, é um dos principais pontos de
transpiração.
Nada impede que seu bebê use gorros ou tocas, mas vale a mesma orientação: se você entrar em um ambiente muito quente, pode ser melhor retirá-los. Também
fique atenta à possibilidade de acidentes. “Não pode haver o risco de sufocamento com o gorro ou com o cachecol.”
Hora de dormir

Um horário que precisa de atenção é o momento do sono do bebê. Tenha cuidado ao usar mantas e cobertores para não cobrir o rosto e dificultar a respiração.
O indicado é agasalhar bem o pequeno, e deixá-lo sem nada. “Se você puder aquecer o ambiente, é melhor do que aquecer a criança”, indica Vasco.
Sintomas da temperatura

A mãe também tem a missão de reconhecer quando o seu filho está sofrendo com o clima. Na maioria dos casos, o bebê se manifesta com o choro, mas você também
pode ficar atenta a outros sinais.
Quando o pequeno está com frio, é normal aparentar palidez e escurecimento das unhas. “Isso é uma tentativa do corpo em manter a temperatura. Os vasos
sanguíneos se fecham nas extremidades para manter uma temperatura central”, conta.

Em temperaturas altas, é comum o bebê ficar mais irritado e com a pele avermelhada. O hiperaquecimento também facilita o aparecimento de brotoejas e fungos.
Fonte: Meu Bebê
0 Comments

    Comente! Adoro sua participação!

    error: Cópia é crime!