Mamãe em momento nostalgia

11 Comments

Recordo-me de alguns momentos e planos feitos antes da gravidez: minha pós graduação, nossas viagens cheias de aventuras, as reuniões e encontros com amigas. Tudo deu lugar a gravidez dos gêmeos e, daquele momento em diante, nossas prioridades e planos eram…eles. Passaram-se os meses e sempre pensava como seria após o nascimento, mudaria nossa vida, rotina, forma de pensar, agir, os valores, as reações, enfim, o prisma da vida num geral.

Medo, confusão de sentimentos (se conseguiria criar, educar, dar atenção e amor) tomaram conta de mim. Confesso que os primeiros meses são difíceis para uma mãe de primeira viagem gemelar, mas não são impossíveis. O mesmo pensamento persistia em saber como será quando estiverem com 1 ano, a esse ficou melhor numa parte ( ficaram mais independentes em relação alimentação, dizer onde dói) mas muita atenção em outras ( cuidado com as curiosidades em tomadas, escadas, aparelhos eletrônicos).

Ver o desenvolvimento deles no dia a dia me deixa muito feliz, mesmo que não seja em tempo integral. Porém os momentos que estamos juntos tento fazer valer os demais suprimidos, saber que a cada dia tem novidades como frases, perguntas e repostas formadas, que muitas vezes já começam me deixar com a pulga atrás da orelha. Evoluir é justo e certo, mas tem horas que eles agem como se fossem adultos…ou soubessem tudo.
Jamais pensei que ser mãe fosse assim, em momentos você sabe lidar com uma situação, em outros tudo que você fala é repetido em gênero e expressão com direito a mão na cintura (Rayssa). Notei que são atitudes normais em crianças da mesma idade. O que fazer nessa hora rir? Ficar séria?

Hoje estão com 2 anos e 4 meses. Correm, interagem entre si, dividem, brigam, brincam e o melhor de tudo: a demonstração mutua de carinho é algo inexplicável. E quer saber, essa preocupação vai persistir por toda vida, me dei conta que não sou a única a pensar como será o futuro deles e devo me preocupar com a educação e os valores a serem passados.
Percebo o quanto eles cresceram. Não são mais aqueles bebezinhos que os macaões RN ficavam grandes. Hoje a Rayssa até usa alguns nas bonecas e nessa hora vejo o quanto vivemos e o que já foi transmitido à eles, contribuindo para o crescimento pessoal e psicológico em tão pouco tempo. E fico tentado imaginar o quanto ainda teremos a acrescentar…é um grande presente porque crescemos em paciência, e descobrimos o amor verdadeiro… E nada se compara…

Algumas fotos atuais dos gêmeos.

Que alegria!!!!

Somos espontâneos
Detalhe nas mãos

Carinho, carinho “ayssa”
Concentração total no “Super Why”

Concentração total no “Super Why”, ela canta o alfabeto em inglês

Admirando o “vi”
Temos nossas horas de braveza, mas o carinho entre irmãos, sempre existe

Papai e mamãe, sempre nos ensinam: amar e respeitar
Eu amo, por isso que sou sempre grata a Deus pelo dom da maternidade
Relaxando e assistindo
Relaxando, assistindo e quase dormindo, numa tarde antes do frio chegar por aqui

Minha princesa, que amo

Meu príncipe, que amo

A careta (Victor) e a carinha de sapeca (Rayssa), amo demais.


E você, qual momento (s) sentiu-se assim? Compartilhe.

11 Comments
  • Bicho-mãe

    Responder

    Eu sei como é isso… Também vivo muito esses momentos nostálgicos tanto é que quero muito mais um bebê rss…

    Eles são lindos!!!

    Beijoss

  • Diário da mãe e da filha

    Responder

    Como estão lindos!!
    Também estou passando por momentos assim, sentindo saudade!!
    Beijos!

  • Karina

    Responder

    Eles estão lindos amiga. Nossa as vezes tenho vontade de parar o tempo ou mandar o Vitor para a “terra do nunca” heheheh, mas eles crescem, não tem jeito, o tempo voa sem pedir permissão. Um grande beijo no coração linda!

  • Estefani Reis

    Responder

    Nossa que lindos
    Bem eu nem cheguei nesses momentos ainda,
    mas imagino o seu sentimento.
    Agradeço a Deus por ser mão, não existe nada igual que esse do maravilhoso!
    Bjus
    http://mamaey.blogspot.com.br/

  • Andrea

    Responder

    Amei as fotos, e, desculpe, nunca tinha reparado que vc tira sempre2, iguais, ou fazendo as mesmas coisas. Adorei! Admiro demais vc, e sempre que estou cansada, penso no seu cansaço. Falo pra todo mundo de vc e de seus bbs. E pensar que a gente nem se conhece pessoalmente…. Sabe, adoro ver a Lara crescer. É inevitável, só me resta curtir muito, cada dia, cada sorriso, cada nova palavra, cada frase engraçadinha, cada tudo. Eu curto tudo. Fotografo o dia todo. Páro qualquer coisa. E click! Adoro essa frase: “Se eu pudesse contar uma história com palavras, não precisaria andar com uma câmera”.[Lewis W. Hine]. BeijoBeijo. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com.br

  • Vic Mendes

    Responder

    Gostei muito do teu blog, quero vir sempre aqui.Aproveito a visita para te convidar a participar de uma super promoção lá no blog. Não fique de fora! Vc vai amar. “Promess”
    Bj
    http://www.quicce.com
    PS: mulher que fofura! vontade louca de apertar!!!!

  • Vic Mendes

    Responder

    Gostei muito do teu blog, quero vir sempre aqui.Aproveito a visita para te convidar a participar de uma super promoção lá no blog. Não fique de fora! Vc vai amar. “Promess”
    Bj
    http://www.quicce.com

  • Daniela Castro

    Responder

    muito lindinhos! cada dia mais! bjos

  • Graziela Sales

    Responder

    Seus gemeos estão lindos, Deus abençoe cada dia mais.
    beijos
    maede4princesas.blogspot.com

  • Chris Ferreira

    Responder

    Lindos demais!
    Sempre tenho esses momentos nostálgicos também!
    Adorei o post.
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

  • Danny

    Responder

    Prima, vida de mãe é assim, viver em nostalgia, estamos sempre na saudade dos nossos pequenos mas sempre ansiosas por fases vindouras, rs.
    Eles estão lindos demais, e como cresceram hein.
    O bom de ter o blog é que teremos um diário para matar a saudade dessas fases que eles vão superando.
    Bjs!

Comente! Adoro sua participação!

error: Cópia é crime!