O Pai e a Educação do Filho

1 Comment

O Pai e a Educação do Filho

Com o passar dos anos, estamos vendo cada vez mais, pais participando efetivamente da vida de seus filhos. Antigamente ele se restringia a exercer o papel de provedor enquanto a esposa ficava em casa o dia todo cuidando da prole. Mesmo assim, atualmente ainda presenciamos frases das esposas como: “Você pode me ajudar a cuidar do nosso filho enquanto eu tomo banho?”.

Vamos pensar um pouco mais a respeito dessa frase nos dias de hoje? Não existe “ajuda” nesse caso, temos que ter em mente de que, independentemente de sermos pais ou mães, temos que dividir as mesmas responsabilidades, não concorda?

Para conseguirmos mudar esse tipo de comportamento, nós mães, temos de compartilhar os cuidados dessa criança com os papais, sem superproteções exageradas ou pronunciamentos de frases como: “Eu cuido do nosso filho melhor do que o meu marido”, ou até mesmo: “O meu marido não sabe cuidar do nosso filho”, e por fim: “Meu marido não tem capacidade de preparar uma mamadeira para o nosso filho”.

Se não abrirmos espaço para eles, não os tiramos da chamada “zona de conforto”. Eles são capazes sim, podem cuidar bem de uma criança, desde que proporcionemos momentos entre eles para a formação do vínculo. Para que o papai saiba que ele tem obrigações iguais com seus filhos, nós precisamos exercer o comportamento de que eles não são nossos “ajudantes”. Nada de “corujismo” excessivo, ok? Isso não faz bem a nós, nem para o marido, tampouco para as nossas crianças.

Vamos deixar de lado as interpretações errôneas sobre a paternidade, a começar por  excluir da mente esse conceito de “ajuda”. Lógico que não podemos generalizar o assunto, mesmo porque muitos pais participam integralmente da vida dos filhos e até mesmo os educam sozinhos, sem a presença materna.

A figura paterna é primordial na construção da personalidade de uma criança. E vamos falar a verdade, como é gostoso ganhar do pai e dar a ele um abraço forte!

As demonstrações de afeto são muito importantes, mas palavras também! Então desejo a todos os leitores um dia de muitos beijos, abraços e muito “eu te amo”!

Parabéns a todos os papais!

 

Texto: Thaisa Riul

1 Comments

Comente! Adoro sua participação!

error: Cópia é crime!