Você sabia que armazenar frutas e vegetais…

0 Comment

Ciclo biológico de frutas e vegetais continua ativo mesmo após a colheita

Você sabia que armazenar frutas e vegetais pode afetar sabor e valor nutricional dos alimentos?

Frutas e vegetais expostos à luz natural, em vez de armazenados no armário ou na geladeira, produzem mais nutrientes e têm mais sabor. Uma pesquisa do departamento de bioquímica e biologia celular da Universidade Rice em Houston, no Texas, publicada na revista “Current Biology”, constatou que os relógios biológicos desses alimentos continuam respondendo a ciclos de dia e noite, mesmo depois de colhidos. Isto faz com que as diferentes horas do dia alterem os níveis de substâncias químicas que ajudam a repelir pragas, o que acaba tendo impacto no sabor e no valor nutricional.

– Talvez devêssemos armazenar nossos legumes e frutas em ciclos de claro-escuro e controlar o tempo certo de cozinhá-los e comê-los para, assim, melhorar seus valores para a saúde – disse ao jornal “The Telegraph” a autora do estudo, Janet Braam, professora da Universidade Rice.

Na pesquisa ela compara três amostras de folhas de repolho colhidas em dois ou três dias anteriores: uma amostra foi exposta a um ciclo claro-escuro de 12 horas; outra foi mantida em um ambiente permanentemente escuro; e uma terceira, à claridade constante.

As folhas mantidas no ciclo natural apresentaram níveis maiores de glucosinatos, substâncias que afetam o sabor e têm propriedades anticancerígenas. O repolho mantido em de luz natural, e consumido de quatro a oito horas depois da primeira luz, continha até três vezes mais desses compostos químicos que os mantidos na escuridão permanente.

Não houve diferença significativa entre as amostras de repolho depois de seis ou nove dias, o que sugere que a sensibilidade à luz é limitada a uma semana depois da colheita, ou quatro ou cinco dias depois da compra. Manter o repolho na geladeira não evitou a regulagem de glucosinatos, desde que houvesse exposição a um período de 12 horas por dia.

Para Dimitri Gabriel Homar, membro da Associação Brasileira de Nutrologia, qualquer alimento mantido o mais próximo possível de sua natureza fica mais saudável para consumo, mas a exposição à luz natural depende da temperatura, que no Brasil varia muito de um estado para outro.

– Não é o caso de abolir a geladeira, até porque quem vai ao mercado todos os dias? E a exposição à poluição que já contamina o alimento.

Fonte: Extraglobo.com

0 Comments

    Comente! Adoro sua participação!

    error: Cópia é crime!